BABENCO – ALGUEM TEM QUE OUVIR O CORAÇÃO E DIZER: PAROU

“Eu já vivi minha morte, agora só falta fazer um filme sobre ela” – disse o cineasta Hector Babenco a Bárbara Paz, ao perceber que não lhe restava muito tempo de vida. Ela aceitou a missão e realizou o último desejo do companheiro: ser protagonista de sua própria morte.

Nesta imersão amorosa na vida do cineasta, ele se desnuda, consciente, em situações íntimas e dolorosas. Revela medos e ansiedades, mas também memórias, reflexões e fabulações, num confronto entre vigor intelectual e fragilidade física que marcou sua vida.

Do primeiro câncer, aos 38 até a morte, aos 70 anos, Babenco fez do cinema remédio e alimento para continuar vivendo. Tell me when I die é o primeiro filme de Bárbara Paz mas, também, de certa forma, a última obra de Hector – um filme sobre filmar para não morrer jamais.

FICHA TÉCNICA

Título original: “BABENCO – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou”
Direção: Bárbara Paz
Roteiro: Maria Camargo, Bárbara Paz
Produção:
HB Filmes
Produtores: Bárbara Paz, Myra Babenco, Caio Gullane e Fabiano Gullane
Produtor associado: Willem Dafoe e Petra Costa
Coprodução: Gullane e Ava Filmes, Lusco Fusco, Globo Filmes, GloboNews, Canal Brasil
Fotografia: Stefan Ciupek, Carolina Costa, Bárbara Paz
Edição: Cao Guimarães e Bárbara Paz
Supervisão de Edição de Som: Miriam Biderman, ABC ; Rodrigo Ferrante
Trilha Sonora Original: O Grivo
Gênero:
Documentário
País: Brasil
Ano: 2019
PB
Duração: 75 min
Classificação: a verificar
Elenco: Hector Babenco, Willem Dafoe, Bárbara Paz

MOTIVOS PARA ASSISTIR

– Parte da seleção oficial do Festival de Veneza – Venice Classics

– Prémio de Melhor Documentário no Venice Classics

– Bisato D’Oro 2019 – Prêmio Paralelo ao Festival Internacional de Cinema de Veneza dado pela crítica Independente.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Fechar Menu