Imovision

Distribuidora de filmes independentes que valoriza o cinema autoral.

Busca no acervo

IMOVISION NO 70º FESTIVAL DE CANNES

120 Batidas Por Minuto de Robin Campillo, In The Fade de Fatih Akin e Radiance de Naomi Kawasi são os premiados da Seleção Oficial que a distribuidora irá lançar no Brasil.

Há 27 anos no mercado de distribuição, a Imovision se consolidou como uma das maiores incentivadoras do cinema autoral, e já trabalhou com diversos filmes que saíram do Festival de Cannes. Este ano, além de seis filmes da Seleção Oficial, a distribuidora adquiriu dois filmes da mostra Un Certain Regard e um filme da Quinzena dos realizadores.

Entre as novas aquisições, destacam-se os premiados do Festival. “120 Batidas Por Minuto” de Robin Campillo levou o Grade Prêmio do Júri, e foi aclamado como o favorito do ano até mesmo por Pedro Almodovar, o presidente do júri, que se comoveu ao falar sobre o filme na coletiva de imprensa após a cerimônia de premiação. O longa de Campillo também conquistou a imprensa internacional, e recebeu o prêmio de Melhor Filme da FRIPESCI. O filme relata a luta do grupo ativista Act Up, que intensifica seus esforços para que a sociedade reconheça a importância da prevenção e do tratamento em relação a Aids no início dos anos 90. A Queer Palm de Melhor Filme LGBT do Festival também foi para 120 Batidas Por Minuto.

O suspense “In The Fade” de Fatih Akin também foi um dos mais comentados durante o festival, e rendeu para a alemã Diane Kruger a palma de Melhor Atriz. Em seu discurso ao receber o prêmio, a atriz frisou “eu não poderia receber esse prêmio sem pensar nas pessoas que foram vítimas do terrorismo. Por favor, saibam que vocês não foram esquecidos”. No longa, a protagonista é surpreendida ao descobrir que seu filho e marido morreram vítimas de um atendado terrorista. Desesperada, ela decide lutar por justiça ao descobrir que os responsáveis são integrantes de um grupo neonazista.

A japonesa Naomi Kawasi levou o Grand Theatre Lumiere a comoção, e arrebatou o Prêmio do Júri Ecumênico com “Radiance”, uma obra de extrema delicadeza e sensibilidade.

Da Quinzena dos Realizadores, “Let The Sunshine In” de Claire Denis recebeu o PRÊMIO SACD – Melhor filme francês da quinzena dos realizadores. O filme é estrelado por Juliette Binoche.

Ainda da Seleção Oficial, a Imovision também irá distribuir no Brasil os filmes “Os Fantasmas de Ismael” de Arnaud Desplechin, filme de abertura do Festival com os consagrados atores Marion Cotillard e Charlotte Gainsbourg e Mathieu Amalric. “Redoubtable” de Michel Hazanavicius, que traz Louis Garrel como o celebre diretor e escritor Jean-Luc Godard e “Jupiter’s Moon” de Kornél Mundruczó.

Da Mostra Un Certain Regard, o longa argentino “La Novia del Desierto” de Cecilia Atán e Valeria Pivato e “Until The Birds Return” de Karim Moussaoui.

Outros filmes fora da seleção do Festival também foram adquiridos: “The Third Murder” o novo projeto do mestre japonês Kore-eda Hirokazu, “The Teacher” de Olivier Ayache Vidal, e “Bergman” , o documentário definitivo sobre um dos maiores nomes do cinema, que será lançado para celebrar os 100 anos do diretor em 2018.

Seleção Oficial
Os Fantasmas de Ismael de Arnaud Desplechin – Filme de Abertura
120 Batidas Por Minuto de de Robin Campillo – Grade Prêmio do Júri e Melhor Filme – Prêmio FRIPESCI
In The Fade de Fatih Akin – Melhor Atriz – Diane Kruger
Radiance de Naomi Kawasi – Prêmio do Júri Ecumênico
Redoubtable de Michel Hazanavicius
Jupiter’s Moon de Kornél Mundruczó

Un Certain Regard
Until The Birds Return de Karim Moussaoui
La Novia del Desierto de Cecilia Atán e Valeria Pivato

Quinzena dos Realizadores
Let The Sunshine In de Claire Denis – PRÊMIO SACD – Melhor filme francês da quinzena dos realizadores

Outros Títulos:
The Third Murder de Kore-Eda Hirokazu
The Teacher de Olivier Ayache Vidal
Bergman – 100 Anos de Jane Magnusson
La Douleur de Emmanuel Finkiel
Thirst Street de Nathan Silver
Place Publique de Agnès Jaoui

Compartilhar este post
Comentários