Imovision

Distribuidora de filmes independentes que valoriza o cinema autoral.

Busca no acervo

Violeta Foi Para o Céu

, | | , ,

Baseado no romance homônimo de Ángel Parra – filho de Violeta – “Violeta Foi Para o Céu” é o retrato da famosa pintora, escultora, poeta e cantora chilena Violeta Parra, considerada a fundadora da música popular chilena e mais importante folclorista do Chile, apresentando seus trabalhos, memórias, sentimentos, fragmentos de sua vida e amores.
Ícone da cultura de seu país, considerada uma das artistas mais emblemáticas do Chile sendo comparada a Édit Piaf para os franceses, e a Bob Dylan para os americanos, Violeta Parra é autora de “Gracias a la Vida”, “Volver a los 17”, entre outras inúmeras canções que expressam a alma de sua nação e protestam contra a injustiça social.
“Violeta Foi Para o Céu” traça a evolução da vida e carreira de Violeta Parra, da infância humilde à sensação do reconhecimento internacional, passando pelo turbilhão de intensidades de suas contradições internas, falhas e paixões.

Ficha Técnica

Título original: Violeta se fue a los cielos
Direção: Andrés Wood
Roteiro: Eliseo Altunaga, Rodrigo Bazaes, Guillermo Calderón e Madeira Andrés
Produção Executiva: Patricio Pereira, Pablo Rovito, Fernando Sokolowicz, Denise Gomes e Paula Cosenza
Fotografia: Miguel Littin Ioan (AEC)
Música: Violeta Parra
Distribuição: Imovision
Gênero: Drama
País: Chile, França, Argentina e Brasil.
Ano: 2011
COR
Tempo: 110 min.
Elenco: Francisca Gavilán, Cristián Quevedo, Thomas Durand, Luis Machín, Gabriela Aguilera, Roberto Farias, Patricio Ossa, Stephania Barbagelata, Tagle Marcial, Jorge López, Roxana Naranjo, Francisca Durán, Guiselle Morales e Juan Quezada.

Motivos para assistir

Violeta Parra é considerada a Édit Piaf do Chile. Autora de “Gracias a La Vida”, uma das canções mais regravadas até hoje, conhecida no Brasil pela voz de Mercedes Sosa, Milton Nascimento e Elis Regina.

O diretor Andrés Wood é um dos mais consagrados diretor do Chile, tendo dirigido entre outros o aclamado “Machuca” em 2004.

Vencedor do Sundance Film Festival 2012, como Melhor Filme.

Compartilhar este filme
Comentários