Boi Neon
Gabriel Mascaro

Boi Neon
Gabriel Mascaro

Nos bastidores das Vaquejadas, Iremar e um grupo de vaqueiros preparam os bois antes de solta-los na arena. Levando a vida na estrada, o caminhão que transporta os bois para o evento é também a casa improvisada de Iremar e seus colegas de trabalho: Zé, Negão, Galega e sua filha Cacá. O cotidiano é intenso e visceral, mas algo inspira novas ambições em Iremar: a recente industrialização e o polo de confecção de roupas na região do semi-árido nordestino. Deitado em sua rede na traseira do caminhão, sua cabeça divaga em sonhos de lantejoulas, tecidos requintados e croquis. O vaqueiro esboça novos desejos.

Ficha Técnica

Título original: Boi Neon

Direção: Gabriel Mascaro

Roteiro: Gabriel Mascaro

Produção: Rachel Ellis

Montagem: Fernando Epstein e Eduardo Serrano

Fotografia: Diego Garcia

Gênero: Drama

País: Brasil, Uruguai, Holanda

Ano: 2015

COR / Digital

Duração: 101 minutos

Classificação: 16 anos

Motivos para assistir

– Menção Honrosa – Festival Internacional de Toronto

– Prêmios Especial do Júri – Mostra Horizontes – Festival de Veneza

– Prêmio da Crítica – Festival de Cinema de Hamburgo

– Festival do Rio – Premiere Brasil – Melhor Filme, Melhor Roteiro, Melhor Fotografia e Melhor Atriz Coadjuvante para Alyne Santana

– Panorama (Festival de Salvador)

Competitiva Nacional

Júri Oficial: Prêmio Especial do Júri

Júri Abraccine: Melhor Longa

Prêmio Ficunam: Melhor Longa

Júri Jovem: Menção Honrosa para Longa

– Seleção Festival de Toronto

– Seleção Festival de Veneza

– Do mesmo diretor de Ventos de Agosto

O que dizem sobre:

“Boi Neon mostra um olhar não convencional de um mundo brasileiro dominado por homens, com foco em um vaqueiro que sonha com uma carreira fashion” – Variety

“O filme oferece uma janela para um mundo que não só promete um ambiente original, mas convida os espectadores a se tornar uma parte dele. Poético, envolvente e profundamente sensual. Uma joia rara.” – Indiewire

“Uma alegria inesperada… Tão carnal, suada e instintiva quanto seus personagens principais, mas também divertido, original e instigante.” – Screen Internacional

“Boi Neon exala hormônios por todos os poros. Sexualidade franca e imagens inesquecíveis.” – Variety

“Sutil mas seguro, o diretor estabelece uma linguagem visual febril e profundamente sensual. O filme aborda a sexualidade humana em um nível subliminar que se sente crua e essencial…” – The Filme Stage

“Filme que deixou Veneza a salivar… e o Festival do Rio também, na certeza de ter visto um espetáculo fílmico raro, para ficar nas retinas.” – P de POP




                            

Para receber novidades sobre o filme, acompanhe as redes sociais:

Próximo

Branca de Neve